Porno Chic


Revelando uma preocupação pouco comum entre nós, a revista espanhola Aceprensa chama a atenção para o que se designa de “publicidade com imaginário pornográfico disfarçado de glamour”.

Lembrando que desde os desfiles de moda até à publicidade dos mais variados artigos, o apelo sexual, por vezes próximo da pornografia, é constante e por demais evidente, ter considerações sobre os inconvenientes que tal conduta poderá vir a ter sobre as marcas que a utilizam e, principalmente, sobre o público (em especial o mais jovem) que as vê.

Julgamos que, entre nós, este assunto não tem tido a atenção que merece nem têm sido feitos esforços para garantir uma desejável auto-regulação nesta matéria, que evite excessos lesivos da dignidade não só de quem protagoniza os anúncios (a maior parte das vezes) como também daqueles que os vêem.


Paloma Díaz Soloaga e Aurora Pimentel, in "Aceprensa" (Resumo)