Rapariga aliciada na Internet acabou violada

Diário de Notícias, 23.Março.2007

 

 

O sonho de ser modelo levou uma rapariga de 15 anos a deixar-se convencer, através de uma sala de conversação na Internet, por um homem de 24 anos, a tirar fotos eróticas. Acabou por ser vítima de violação e extorsão durante dois meses. Quando confessou aos pais, a PJ entrou em acção e efectuou a detenção do suspeito, um técnico de informática brasileiro, na Póvoa de Varzim. Ouvido ontem em tribunal, acabou por sair em liberdade, mediante pagamento de caução e a proibição de contactar com a menor.

 

O caso teve início em Janeiro, quando a jovem adolescente travou conhecimento com o indivíduo, através de um chat na Internet. Rapidamente a rapariga deixou transparecer uma desmedida ambição de ser modelo, o que foi aproveitado pelo cidadão brasileiro. Convidou-a a deslocar-se a sua casa, seduzindo-a com o argumento de que era fotógrafo de uma agência.

 

Para a jovem, que está prestes a fazer 16 anos, o que parecia ser uma porta para o seu sonho depressa se revelou um pesadelo. O informático conseguiu despir a jovem, e tirou fotografias eróticas e pornográficas. Segundo fonte da PJ, a vítima foi acedendo sempre, até que o indivíduo a forçou a ter relações sexuais. A violação denunciada agora foi, contudo, negada pelo suspeito, que alegou ter havido consentimento. A jovem é, no entanto, menor de 16 anos, pelo que mesmo assim os factos configuram um crime.

 

Na altura, em Fevereiro, a rapariga calou-se devido à chantagem exercida. O brasileiro terá ameaçado publicar as fotos na Internet. Ficou assustada e não contou a ninguém. A chantagem prosseguiu com o homem a exigir dinheiro para não divulgar as fotos, deslocando-se a Vila Verde, onde residia a vítima.