JULHO 2009



AS TIC PARA UM MUNDO MAIS SEGURO


Em 24 de Junho a APDSI apresentou publicamente, na Fortaleza de S. Julião da Barra e perante numerosa assistência, o Estudo ”As TIC Para Um Mundo Mais Seguro”.
O Contra-Almirante Mário do Carmo Durão, coordenador do projecto, apresentou-o pormenorizadamente, frisando em particular as recomendações propostas pelos diversos Grupos de Trabalho que assentam em quatro eixos fundamentais, que a seguir se explicitam.
A ACMedia esteve representada pelo Coronel Manuel Rio Carvalho que, juntamente com a Dra. Maria Fernanda Trigo constituíram o Grupo de Trabalho da nossa associação que colaborou neste projecto.
  • Eixo 1 – ACULTURAÇÃO – EDUCAÇÃO – FORMAÇÃO

  • Dentro deste eixo, as principais recomendações baseiam-se na necessidade de educação e formação na utilização das tecnologias, nomeadamente a formação sobre os perigos que estas podem apresentar.

  • Eixo 2 – ATRIBUIR VALOR EXPLÍCITO À INFORMAÇÃO

  • “Um bem tão valioso como a Informação tem de ser tratado com igual cuidado como os bens dos indivíduos, das organizações e do domínio público” tornando-se por isso necessário classificar bem a Informação."

  • Eixo 3 – PROTEGER A INFORMAÇÃO

  • “Criar um Observatório de Segurança da Informação que deverá envolver entidades com papel relevante na segurança da Informação Nacional"

  • Eixo 4 – USAR AS TIC COMO ARMA DE COMBATE AO DESASTRE E AO CRIME

  • “Explorar a utilização das TIC até à exaustão sobretudo na prevenção do crime e do desastre”.
O documento está disponível em www.apdsi.pt, e contém a Legislação Portuguesa relacionada com as TIC.


PAIS EM REDE

O artigo, com este título, da autoria da jornalista Helena Mendonça e publicado no “Notícias Magazine” de 28 de Junho de 2009, trata fundamentalmente, de uma entrevista à Prof. Doutora Cristina Ponte, coordenadora em Portugal do projecto EUKids on line e membro do Fórum Internacional da ACMedia.
Este projecto é financiado pelo programa Safer Internet Plus, da Comissão Europeia e é coordenado, a nível europeu, por Sónia Livingston, investigadora da London School of Economics, membro da nossa congénere em Inglaterra, que integra a EURALVA.
Investigadores de 21 países entre os quais Portugal (www2.fcsh.unl.pt/eukidsonline) têm a tarefa de identificar, comparar e caracterizar a investigação realizada sobre os usos da Internet, telemóvel e outras tecnologias em linha por parte das crianças.
Um aspecto particularmente interessante desta entrevista é a enumeração dos comportamentos de risco mais comuns apontados pelos jovens, tais como “dar informações pessoais, descoberta da pornografia on line, a visualização de conteúdos violentos e discriminatórios, a intimidação (cyberbullying), a recepção de comentários sexuais indesejados e o encontro real com alguém conhecido on line”.






Realizou-se em 3 de Julho pp. no auditório da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa a Conferência Nacional da EUKids on line Portugal.
Os temas tratados foram:
• Portugal na Pesquisa Europeia sobre Crianças e Internet – Resultados Finais do projecto EU Kids online (2006-2009); Contextos de Investigação
• Oportunidades e riscos no uso da Internet por crianças e jovens
• Oportunidades e riscos da Internet. Pesquisas em Portugal

Foram apresentadas numerosas e interessantes comunicações, nomeadamente:
  • Usos informais da Internet: os Conceitos de Oportunidade, Risco e Segurança na Óptica de Crianças e Jovens
  • O uso das TIC pelos alunos dentro e fora da escola: um estudo em escolas de Aveiro
  • Construir o “sentido da comunidade”: as Crianças e a Internet
  • Cyberbullying: o desenvolvimento de um manual para formadores
  • Novas formas de ler: literatura infantil em linha
  • Práticas online e perspectivas sobre os videojogos: da investigação aos processos de mediação parental
    Tese de mestrado – investigação com 260 jovens do 9º ano, sobre videojogos online. Os jovens preferem jogos online, em grupo (com jovens de outras partes do mundo). Jogos favoritos: futebol, luta, carros. Com estes jogos os jovens entendem que podem aprender línguas e desenvolver o raciocínio.
    Prepara-se intervenção junto de pais e professores para que conheçam melhor as práticas e perspectivas dos jovens relativamente a estes media.
    Os resultados vão ser apresentados em booklet, pré-seleccionado para prémio da Evens Foundation, na Bélgica.
O Presidente da ACMedia participou na Conferência da EU Kids em Lisboa e teceu considerações sobre a importância do projecto; do facto do Reino Unido, Alemanha e Dinamarca serem responsáveis por 1/3 da totalidade dos estudos apresentados na Europa; da inevitabilidade de se ter de alargar a outros parceiros e do que se espera com EU Kids on line II, para 2009 – 2011.


Seminário da PRO DIGNITATE “Bullying 2 – Prevenção da Violência
na Escola, no Trabalho e na Sociedade


A ACMedia fez-se representar pela Dra. Maria Cândida Balcão Reis e pela Dra. Maria Luíza Vaz Pinto, no Seminário organizado na sede da Fundação, atendendo ao interesse dos temas incluídos nos dois dias em que o mesmo decorreu.


Reunião do Conselho Consultivo da ERC

Em 7 de Julho reuniu na Fundação Portuguesa das Comunicações o Conselho Consultivo da ERC, para dar continuação ao debate subordinado aos temas em análise na reunião anterior e analisar o processo de transposição da Directiva Comunitária AVMS incluído em www.acmedia.pt (Documentação).
A ACMedia esteve representada pela Dra. Maria Luíza Vaz Pinto.



A equipa responsável pela elaboração do In forma deseja a todos os associados umas boas férias e espera voltar em final de Setembro


ACMedia – Associação Portuguesa de Consumidores dos Media
Rua de Santo António à Estrela, 108 r/c Dto.  1350–294  LISBOA    Tel. 21 882 1733    Fax 21 882 1734
acmedia@acmedia.pt 
  www.acmedia.pt