BILHETES de ESTREMOZ
por
Manuel Noronha Andrade
 
 
 

Há três conceitos de comportamento que reputo de muito importantes e que se devem praticar durante a vida inteira.

São eles a CONSCIÊNCIA, a HONESTIDADE e a RESPONSABILIDADE.

 Quero eu dizer com a expressão "durante a vida inteira" que não há compartimentos da nossa vida que possam ficar imunes ou dispensados da aplicação destes conceitos. São para ser praticados tanto na vida interior como na exterior, na vida pessoal como na pública, no trabalho como na vida social. São para ser vividos nas relações familiares como nas de negócios e de amizade.

No entanto, quando pensamos desta forma temos que dar o primeiro passo e parar de nos censurar por não termos chegado ainda a esta fase da nossa vida. A razão de ser um passo tão importante é o de que até nos aceitarmos como somos, continuamos a criticar os outros pelas "falhas" que vemos em nós próprios. 

Deixem-me agora reflectir convosco sobre cada um dos três conceitos, e verão como pode ser um treino extenuante, mas compensador, quase como o esforço físico constante que se faz diariamente no ginásio para uma dieta bem sucedida! Implica trabalho, disciplina, dedicação e empenho, mas a nossa vida melhorará significativamente.

Ter CONSCIÊNCIA significa simplesmente que devemos estar conscientes de tudo. Estarmos despertos. Abrirmos os nossos olhos e vermos o que realmente se passa, sem ilusões nem ideias erradas ou bizarras. Não nos enganarmos ou mentirmos a nós próprios. Caminharmos conscientes na nossa vida, fazermos um esforço para não afastar e ignorar os sinais, nunca pretendermos que "não compreendemos", ou que "não podíamos adivinhar" ou que "não pensámos".

 Isto significa aceitarmos ser responsáveis por tudo quanto seja razoável esperar do nosso claro entendimento sobre as coisas, pessoas e factos e em consequência levantarmos a fasquia para mais alto.

 Implica que olhemos mais fundo antes e depois de cada acção ou interacção significativa, que nos escutemos e nos obriguemos a fechar os ouvidos a tudo quanto não venha do mais elevado do íntimo de nós próprios.

 Significa deixarmos de ser tolos, se alguma vez o fomos e nunca nos escondermos atrás do escudo da ignorância. Elevarmos a vida a altos níveis de consciência, sendo sensíveis a cada detalhe, reparando com rapidez em cada sinal, antevendo com clareza os eventuais resultados.

Ter CONSCIÊNCIA é saber compreender o que magoa os outros e quais as respectivas razões, ainda que não sejamos directa ou tecnicamente responsáveis pela dor que possam sentir. Significa poder escolher tanto os caminhos longos como ir pelos atalhos, antecipando as consequências longínquas como as imediatas e saber seleccionar os nossos pensamentos, palavras e acções tendo isto tudo bem presente.

 Finalmente, exige um olhar profundo sobre cada momento, conscientes do que tem para nos dar e constatando o que pede de nós. Implica que estejamos totalmente despertos, presentes e empenhados e não só parcialmente envolvidos.

 Ser HONESTO, significa dizer sempre a verdade: sermos verdadeiros, isto é estarmos cheios de verdade. Primeiro, temos que nos dizer a verdade sobre nós próprios. Depois, dizermo-nos a verdade sobre os outros. Terceiro, dizermos aos outros a verdade sobre nós próprios. Assim poderemos dizer a terceiros a verdade sobre si mesmos. Finalmente, dizemos a verdade sobre tudo a toda a gente.

 Não parece fácil de por em prática. È verdadeiramente e de novo um treino. Implica uma certa dose de ousadia, de abandono. O que temos que abandonar é a nossa própria segurança – a nossa necessidade de segurança.

 HONESTIDADE significa, simplesmente, que deixemos de mentir.

 Num mundo cheio de mentiras, gerido e baseado em mentiras, grandes e pequenas, isto pode ser difícil. As pessoas já não estão à espera que falemos a verdade. Em algumas circunstâncias preferem até que mintamos. 

Muitas vezes, uma mentira pode ser dita sem nada dizermos. Ficando quietos pode ser uma mentira. A HONESTIDADE significa dizer tudo quanto sabemos que deve ser dito para que os outros possam ter na mão as mesmas cartas que nós próprios. Implica dizer a verdade sobre aquilo que conhecemos e de que temos consciência.

 A RESPONSABILIDADE é simplesmente o acto de assumirmos a autoria do papel que desempenhamos na nossa vida. Significa que quando fazemos alguma coisa de espectacular e que tenha sido um sucesso, não devamos dizer que "não foi nada de especial". Se fazemos algo de horrendo e que não tenho sido bem feito, não podemos dizer "que importância teve"?

 A RESPONSABILIDADE implica que não nos devemos cingir somente aos nossos compromissos, mas aceitarmos que actuaremos sobre os seus resultados, se temos a consciência de que algo deve ser feito. Saberemos que é assim se formos conscientes e não o negaremos se formos honestos

Significa também que nos predispomos a consertar o que partimos, a reparar o que escangalhámos, a refazer o certo naquilo em que actuámos mal, repor de volta o que roubámos, corrigir no que errámos, compensar aonde tivermos provocado prejuízos, e emendarmo-nos em tudo quanto seja necessário. 

Implica que não podemos reclamar que não somos responsáveis pelas acções e reacções de terceiros, quando fomos os responsáveis de tais causas e efeitos, mesmo que indirectamente. 

A consciência, a honestidade e a responsabilidade são as únicas ferramentas de que sempre precisaremos para termos uma vida cheia, feliz e realizada.